Email


Sei que há muita gente que consulta este blogue e utiliza os materiais aqui publicados, mas poucos deixam comentários e eu gostava mesmo de saber a vossa opinião... :-)

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Um sucesso musical nas aulas de Português, porque não?

FICHA DE TRABALHO

Os Azeitonas-  “Anda comigo ver os aviões”

Anda comigo ver os aviões
Levantar voo,
A rasgar as nuvens,
Rasgar o céu.

Anda comigo ao porto de Leixões
Ver os navios
A levantar ferro,
Rasgar o mar.

Um dia eu ganho a lotaria,
Ou faço uma magia,
Mas que eu morra aqui.
Mulher tu sabes o quanto eu te amo,
O quanto eu gosto de ti.
E que eu morra aqui
Se um dia que não te levo à América
Nem que eu leve a América até ti.

Anda comigo ver os automóveis,
A avenida,
A rasgar as curvas,
Queimar pneus.

Um dia vamos ver os foguetões levantar voo,
A rasgar as nuvens,
Rasgar o céu.

Um dia eu ganho o totobola,
Ou pego na pistola,
Mas que eu morra aqui.
Mulher tu sabes o quanto eu te amo,
O quanto eu gosto de ti.
E que eu morra aqui
Se um dia eu não te levo à lua
Nem que eu roube a lua só p'ra ti.

Um dia eu ganho o totobola,
Ou pego na pistola,
Mas que eu morra aqui.
Mulher tu sabes o quanto eu te amo,
O quanto eu gosto de ti.
E que eu morra aqui
Se um dia que não te levo à América
Nem que eu leve a América até ti.


1.   O sujeito lírico faz várias propostas à sua amada. Enumera-as.

1.1.      Que modo verbal é usado durante essas propostas? 

2.   De que maneira o sujeito lírico pretende mostrar o seu amor à mulher que ama?

2.1.      Que expressão é usada para revelar uma intencionalidade futura e que se repete várias vezes ao longo do poema?

2.2.      Que figura de estilo se constata na repetição de uma palavra ou expressão no início de vários versos consecutivos?

2.3.      Que função sintática desempenha essa expressão?

 
3.   Agora atenta na expressão “que eu morra aqui”.

3.1.      A que classe de palavras pertence esta locução?

3.2.      Que reação se expressa com esta locução? 

4.   O seu grande amor fá-lo até considerar atividades ilegais e mesmo impossíveis de concretizar. Comprova a afirmação com duas passagens do poema.

 

Proposta de correção:

1.        O sujeito lírico propõe à mulher amada irem ver os aviões; os navios no porto de Leixões; os automóveis na avenida; e ainda ver os foguetões a levantar voo.
1.1.  Imperativo.
2.       O sujeito lírico faz várias promessas à mulher que ama para que esta acredite no seu grande amor. Diz-se mesmo capaz de morrer por ela, tão grande é o seu sentimento.
2.1. “Um dia”.
2.2.  Anáfora.
2.3.  Modificador do grupo verbal.
3.        
3.1. Locução interjetiva.
3.2. Esta locução expressa uma reação emotiva, mais concretamente a manifestação de um compromisso futuro, de uma promessa.
4.       O sujeito enunciador, para levar a cabo o que pretende, considera mesmo um assalto (“Ou pego na pistola”) e até roubar a lua (“Nem que eu roube a lua só pr’a ti”).

2 comentários: