Email


Sei que há muita gente que consulta este blogue e utiliza os materiais aqui publicados, mas poucos deixam comentários e eu gostava mesmo de saber a vossa opinião... :-)

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

50 perguntas de escolha múltipla para verificar a leitura de O Cavaleiro da Dinamarca- com correção

 TENTEI GRAVAR NO SLIDESHARE, MAS, NÃO SEI PORQUÊ, SÓ CARREGOU A 1ª PÁGINA:

1.    Onde fica situada a Dinamarca?

a)    No norte da Europa.

b)    No centro da Europa.

c)    No sul da Europa.

 

2.    Na Dinamarca, os pinheiros sobressaem na floresta porque

a)    são muito altos.

b)    não perdem as suas folhas.

c)    ficam despidos no inverno.

 

3.    O cavaleiro morava numa floresta cheia de

a)    carvalhos, sobreiros, pinheiros e bétulas.

b)    cedros, pinheiros, tílias e carvalhos.

c)    pinheiros, tílias, abetos e carvalhos.

 

4.    O cavaleiro vivia

a)    no cimo de um outeiro rodeado de flores.

b)    numa clareira rodeada de bétulas.

c)    numa pequena ilha no meio de um rio.

 

5.    Em frente da sua casa estava

a)    um lago tranquilo cheio de peixes.

b)    a árvore mais alta da floresta.

c)    a casa de uns lenhadores seus amigos.

 

6.    Para a família do Cavaleiro, a maior festa do ano era

a)    a Páscoa.

b)    o Carnaval.

c)    o Natal.

 

7.    Naquele ano, o cavaleiro anunciou que

a)    estava doente, pelo que ia em peregrinação a Jerusalém.

b)    ia passar a próxima noite de natal a rezar na gruta onde Jesus nasceu.

c)    iria visitar o seu irmão doente.

 

8.    Segundo os cálculos do Cavaleiro, este regressaria a casa

a)    no ano seguinte.

b)    dezoito meses depois.

c)    dali por dois anos.

 

9.    A viagem de ida do Cavaleiro

a)    decorreu sem contratempos.

b)    foi difícil e demorada.

c)    permitiu-lhe ouvir muitas estórias.

 

10.  O cavaleiro fez a viagem

a)    toda por mar.

b)    por terra.

c)    a cavalo.

 

11.  Ao chegar à Palestina, o cavaleiro seguiu para Jerusalém

a)    onde conheceu o Mercador de Veneza.

b)    ouviu a estória de Dante.

c)    com outros peregrinos.

 

12.  Na noite de Natal, o Cavaleiro julgou ouvir

a)    um coro de anjos.

b)    um grupo de pastores.

c)    campainhas celestes.

 

13.  Passado o Natal, o Cavaleiro ficou na Palestina

a)    até o inverno passar.

b)    três dias.

c)    mais dois meses.

 

14.  No porto de Jafa teve de

a)    aguardar  pelo bom tempo.

b)    ficar internado por ter muita febre.

c)    pedir ajuda a um banqueiro rico.

 

15.  A caminho da Itália,

a)    o Cavaleiro conheceu Pêro Dias.

b)    o barco foi apanhado por uma tempestade.

c)    assistiu ao naufrágio de um navio.

 

16.  Na Itália, o Cavaleiro desembarcou em

a)    Veneza.

b)    Ravena.

c)    Ferrara.

 

17.  O Cavaleiro aceitou o convite do Mercador e

a)    foi jantar a sua casa.

b)    seguiu com ele para Veneza.

c)    foi visitar igrejas e palácios.

 

18.  O Mercador contou ao Cavaleiro a estória de

a)    Dante e Beatriz.

b)    Giotto e Cimabué.

c)    Vanina e Guidobaldo.

 

19.  O Cavaleiro permaneceu na casa do Mercador durante

a)    três dias.

b)    cinco dias.

c)    nove dias.

 

20.  O Mercador deu ao Cavaleiro

a)    algumas moedas de ouro para a viagem de regresso a casa.

b)    um cavalo e cartas de apresentação.

c)    um mapa da Europa.

 

21. Aconselhado pelo seu novo amigo, o peregrino decidiu

a)    parar em Florença durante três semanas.

b)    voltar dali a três anos.

c)    fazer a viagem por terra até Génova.

 

22.  O Cavaleiro chegou a Florença

a)    no início de fevereiro.

b)    no início de abril.

c)    no início de maio.

 

23.  Aí, ficou hospedado em casa de um amigo do Mercador, um Banqueiro chamado

a)    Averardo.

b)    Jacob Orso.

c)    Michelangelo.

 

24.  Na casa do Banqueiro, o peregrino ficou espantado com

a)    as canções que ouviu.

b)    o telescópio que ele possuía.

c)    os temas de conversa.

 

25.  O Banqueiro contou-lhe

a)    uma estória.

b)    duas estórias.

c)    três estórias.

 

26.  Uma das maiores figuras da Literatura daquela cidade foi

a)    Guidobaldo.

b)    Giotto.

c)    Dante.

 

27.  Giotto ficou conhecido pois foi

a)    o primeiro pintor de Itália.

b)    o maior pintor da Europa.

c)    descoberto por Cimabué.

 

28.  Dante foi ter com Beatriz, auxiliado por

a)    Virgílio.

b)    Homero.

c)    Elias.

 

29.  Beatriz encontrava-se no Paraíso Terrestre, que se situa

a)    a seguir ao Inferno.

b)    ao lado do Purgatório.

c)    por cima do Purgatório.

 

30.  Aí, Dante encontrou a sua amada

a)    entre bosques, fontes e flores.

b)    rodeada de animais selvagens.

c)    a tocar harpa em conjunto com outras almas.

 

31.  Beatriz mandou chamar Dante para lhe pedir

a)    que fosse falar com o deus dos mortos para a deixar regressar.

b)    que emendasse o seu comportamento.

c)    que buscasse o livro sagrado ao Purgatório.

 

32.  Depois de Florença, o Cavaleiro dirigiu-se para Génova, mas, perto do fim,

a)    foi assaltado por malfeitores.

b)    o cavalo morreu, exausto.

c)    adoeceu.

 

33.  Aí, o Cavaleiro foi pedir ajuda

a)    a um convento.

b)    a um palácio cor-de-rosa.

c)    à mansão dos duques.

 

34.  Esse contratempo fê-lo atrasar-se quanto tempo?

a)    Um mês e meio.

b)    Dois meses e meio.

c)    Três meses e meio.

 

35.  Quando, finalmente, chegou a Génova,

a)    soube, por carta, que a mulher estava doente.

b)    decidiu permanecer três dias a visitar a cidade.

c)    os barcos já tinham partido.

 

36.  Então, o cavaleiro decidiu

a)    viajar até à Flandres por terra.

b)    falar com um armador que o levasse à Dinamarca.

c)    ir à igreja rezar.

 

37.  Em Antuérpia, o Cavaleiro ficou hospedado em casa de um

a)    mercador gaulês.

b)    navegador português.

c)    negociante flamengo.

 

38.  Nessa casa, ouviu uma estória de

a)    amor impossível.

b)    morte e frustração.

c)    fadas e feiticeiros.

 

39.  Um capitão de um navio trouxe três cofres que continham

a)    prata, ouro e marfim.

b)    ouro, incenso e mirra.

c)    ouro, pérolas e pimenta.

 

40.  Quando o Cavaleiro disse ao seu anfitrião que ia partir, este

a)    revelou  a sua tristeza  pela partida do peregrino.

b)    convidou-o a ficar.

c)    desejou-lhe  boa sorte.

 

41.  O cavaleiro decidiu seguir viagem por terra e chegou à sua floresta do dia

a)    23 de novembro.

b)    24 de novembro.

c)    25 de novembro.

 

42.  Na floresta, o cavaleiro sentiu-se como se estivesse num

a)    local familiar.

b)    sítio misterioso.

c)    labirinto.

 

43.  O Cavaleiro percebeu que não estava perdido quando

a)    avistou o rio que passava perto da sua casa.

b)    viu a casa do lenhador seu vizinho.

c)    viu marcas de trenós na neve.

 

44.  Segundo o cavaleiro, não correria perigo pois

a)    na noite de Natal os animais não atacam os homens.

b)    sabia o caminho para casa de olhos fechados.

c)    a intensidade da neve estava a diminuir.

 

45.  Alguns animais vieram ao encontro do cavaleiro. Quais?

a)    Esquilos, lobos e corujas.

b)    Lobos e um urso.

c)    Leões da montanha e um falcão.

 

46.  Para não se perder, o peregrino

a)    seguiu o rasto de um cavalo.

b)    guiou-se pela estrela polar.

c)    seguiu o rio.

 

47.  Quando deixou de ver e de ouvir o que quer que fosse, que fez o Cavaleiro?

a)    Chorou.

b)    Fez um desvio.

c)    Rezou.

 

48.  Ao ver uma luz, o peregrino pensou que se tratava

a)    do lume da chaminé da sua casa.

b)    da fogueira de um lenhador perdido na neve, como ele.

c)    da sua família que vinha ao seu encontro.

 

49.  Ao aproximar-se, o Cavaleiro percebeu que se tratava do abeto mais alto da floresta que

a)    tinha sido iluminado por anjos.

b)    tinha sido cortado e ardia para o guiar até casa.

c)    estava todo iluminado pelo luar.

 

50.  Nesta obra, a viagem simboliza

a)    a imortalidade.

b)    a fuga às responsabilidades.

c)    a capacidade de o Homem vencer os obstáculos.

 

Correção

1-a
2-b
3-c
4-b
5-b
6-c
7-b
8-c
9-a
10-a
11-c
12-a
13-c
14-a
15-b
16-b
17-b
18-c
19-a
20-b
21-c
22-c
23-a
24-c
25-b
26-c
27-c
28-a
29-c
30-a
31-b
32-c
33-a
34-b
35-c
36-a
37-c
38-b
39-c
40-b
41-b
42-c
43-c
44-a
45-b
46-c
47-c
48-b
49-a
50-c

 

 

A professora: Lucinda Cunha

1 comentário:

  1. Boa noite, podem pôr o conto " O Retrato de Mónica" de Sophia de Mello Breyner Andersen por favor? É que vai sair no meu teste e queria fazer exercícios, obrigada

    ResponderEliminar