Email


Sei que há muita gente que consulta este blogue e utiliza os materiais aqui publicados, mas poucos deixam comentários e eu gostava mesmo de saber a vossa opinião... :-)

terça-feira, 14 de junho de 2011

Os Lusíadas

FICHA DE AVALIAÇÃO DE CONHECIMENTOS SOBRE O EPISÓDIO DE
 INÊS DE CASTRO – 9º ano de escolaridade

1.    Este episódio pode ser dividido em três grandes momentos.
1.1.           Delimita as estrofes correspondentes a cada uma das três partes:
·         breve introdução ao episódio;
·         episódio de Inês de Castro;
·         vingança de D. Pedro.


A-  A introdução

1.    Identifica o narrador.
2.  Diz em que plano narrativo se situa este excerto.
3.  Retira os versos que situam a ação no tempo e no espaço.
4.  Completa, com as palavras dadas, a síntese da introdução proposta por António José Saraiva:


Amor          rainha          vítimas        Portugal       memorável            guerra
                                   cruel                   morte                  paz


“Afonso voltou para ____________ a lograr a ____________ com a mesma felicidade que já tivera na ____________; aconteceu então o caso ____________ da malfadada que foi ____________ depois de morta.
Foi o ____________, unicamente, que deu causa à sua ____________, como se ela fosse uma inimiga. Dizem que o Amor ___________ não se contenta com as lágrimas: exige, como um deus despótico, _________ humanas.”
In Os Lusíadas, 2ª ed., Livr. Figueirinhas, 1999

B-  O episódio de Inês de Castro

1.    Neste episódio podemos, ainda, salientar cinco momentos que correspondem às estrofes indicadas no quadro que se segue. Completa-o, conforme os exemplos apresentados:


Estrofes
Frase-síntese
120-122 (vv.1-4)

122 (vv.5-8)- 124 (vv. 1-4)
Razões invocadas para a morte de Inês, trazida diante do rei.
124 (vv.5-8)- 129

130-133

134-135
Observações finais do narrador.


2.  Evidencia o principal sentimento que domina Inês na estrofe 120.


3.  Explica os versos:
“Naquele engano de alma ledo e cego,
Que a Fortuna não deixa durar muito,”   (est. 120, vv. 3-4)

4.  Identifica o recurso estilístico presente no primeiro verso da estrofe 123.

5.  Atenta, agora, no discurso de Inês de Castro.
5.1.          Indica os argumentos apresentados por Inês para dissuadir o rei das suas intenções.
5.2.         Identifica a função de linguagem predominante no seu discurso.

6.  D. Afonso IV não fica indiferente às palavras de Inês. Todavia, acaba por manter a decisão inicial contra a própria vontade. Transcreve os versos que provam isso.

7.   Atenta na caracterização de Inês, depois de morta, na estrofe 134. Retira um recurso estilístico e identifica-o.

C-  A vingança de D. Pedro

1.    Explica de que modo a morte de Inês se refletiu no comportamento de D. Pedro depois de este se tornar rei de Portugal.



A professora: Lucinda Cunha

Sem comentários:

Enviar um comentário