Email


Sei que há muita gente que consulta este blogue e utiliza os materiais aqui publicados, mas poucos deixam comentários e eu gostava mesmo de saber a vossa opinião... :-)

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Teste de 11º ano sobre textos dos media- com proposta de correção


IA

Lê o texto que se segue e responde às questões com frases completas:

 

A ciganice de Sarkozy

Todos sabíamos do papel que os ciganos desempenharam no descalabro financeiro mundial. O conselho de administração do banco Lehman Brothers era integralmente constituído por ciganos.

 
 

1
 
 
 
5
 
 
 
 
10
 
 
 
 
15
 
 
 
 
20
 
 
 
 
25
 
 
A crise económica que o mundo vive é complexa, e não é fácil apontar com exatidão o momento em que terá principiado, mas o governo francês já identificou os seus responsáveis: são os ciganos. A descoberta não terá apanhado ninguém de surpresa. A bem dizer, todos sabíamos do papel que os ciganos desempenharam no descalabro financeiro norte-americano e, subsequentemente, mundial. O conselho de administração do banco de investimento Lehman Brothers era integralmente constituído por ciganos. Uma das razões da falência do banco foi, aliás, o facto de os seus administradores só pegarem ao serviço à tarde. De manhã estavam na feira, a vender T-shirts de contrafação. Bernard Madoff, cuja tez morena é bem reveladora de ascendência cigana, confessou ter planeado o seu esquema fraudulento ao som dos Gipsy Kings. E subprime é um termo do dialeto cigano que significa "ai, Lelo, vamos conceder empréstimos imobiliários de alto risco até provocar a insolvência de três ou quatro grandes instituições financeiras".
Ninguém sabe bem a razão pela qual os gregos elegeram um governo de ciganos, mas o facto é que eles estão lá, a fazer crescer a dívida externa e a arrastar a Europa para a falência. E Sócrates, não sendo cigano, é, no entender de muitos, um ciganão. Creio que é óbvio para toda a gente que a crise económica é mundial precisamente porque os ciganos, sendo nómadas, conseguiram levá-la a todo o lado.
É mais do que natural e justo que o governo francês tenha perdido a paciência com os prejuízos que esta etnia tradicionalmente ligada à alta finança tem provocado e, por isso, como costuma suceder em França com os estrangeiros que não têm categoria suficiente para representar a seleção francesa de futebol, os ciganos foram recambiados para o seu país de origem. País esse que, neste caso, é a Roménia - que faz parte da União Europeia. É azar: os ciganos, que são um povo sem fronteiras, têm algumas dificuldades para circular na Europa sem fronteiras. Ainda assim, um povo tão habituado a ler a sina deveria ter adivinhado que isto da livre circulação de pessoas iria ser prejudicial para quem é nómada. Era mais que óbvio.
Não ignoro que a medida de Sarkozy tem sido criticada, mas apenas pelos radicais de esquerda do costume. Como o Papa. A verdade é que os ciganos só trazem problemas. Recordo que o cigano mais famoso de sempre era estrela de cinema. Chamava-se Charlie Chaplin. Se bem me lembro, era raro o filme em que ele não arranjava problemas com a polícia. Aquilo está-lhes no sangue.
 In http://visao.sapo.pt/a-ciganice-de-sarkozy=f570280
 

 

1.    Explicita o motivo por que Ricardo Araújo Pereira procura demonstrar, ironicamente, que a culpa da crise mundial é da etnia cigana.

 

2.    De que forma este texto irónico insinuará as verdadeiras razões que levaram Sarkozy a decretar a expulsão dos ciganos de França.

 

3.    Explica de que forma a alusão à livre circulação de pessoas na União Europeia vem contribuir para o reforço do ponto de vista do autor.

 

4.    Por que motivo será feita uma alusão:

a)    à seleção francesa de futebol?

b)    a Charlie Chaplin?

IB

 

            Num texto entre 60 e 120 palavras, fala das vantagens da livre circulação de pessoas pela União Europeia e das desvantagens, principalmente em épocas de crise, como a que vivemos atualmente.

 

II

 

1.    Assinala as respostas certas, tendo por base o texto do grupo I A:

 

1.1.        Quanto à sua tipologia, trata-se de um

a)    comunicado.

b)    artigo científico e técnico.

c)    artigo de apreciação crítica.

d)    editorial.

 

1.2.        Neste tipo de texto, o autor

a)    formula um juízo crítico sobre determinada realidade.

b)    procura tomar uma posição polémica que será assumida pela direção do meio de comunicação social que o publica.

c)    apresenta os avanços no âmbito da ciência ou da técnica.

d)    pretende, unicamente, informar o leitor.

 

1.3. Em “O conselho de administração do banco de investimento Lehman Brothers era integralmente constituído por ciganos.” (ll.5-6) a expressão sublinhada desempenha a função sintática de

a)    predicativo do complemento direto.

b)    complemento direto.

c)    complemento oblíquo.

d)    complemento agente da passiva.

 

1.4.        O antecedente do pronome “la” (l. 16) é

a)    “Europa” (l. 13).

b)    “falência” (l. 13).

c)    “crise económica” (l. 15).

d)    “nómadas” (l. 15).

 

1.5.        Na frase “Se bem me lembro, era raro o filme em que ele não arranjava problemas com a polícia.” (ll. 27-28) deparamo-nos com uma oração subordinada adverbial

a)    condicional.

b)    causal.

c)    comparativa.

d)    concessiva.

 

1.6.        No enunciado “(…)os ciganos, que são um povo sem fronteiras, têm algumas dificuldades para circular na Europa sem fronteiras.” (ll. 21-23) temos uma oração subordinada

a)    adverbial causal.

b)    adjetiva restritiva.

c)    adjetiva explicativa.

d)    adverbial condicional.

 

2.    Liga os elementos da coluna A a um elemento da coluna B:

COLUNA A
COLUNA B
 
 
1.    O principal recurso expressivo usado neste texto é
2.    Com o recurso à expressão “A bem dizer” (l. 3)
3.    A palavra “que” (l. 1) trata-se de
4.    Com o uso da conjunção “mas” (l. 12),
 
a.    o enunciador explica a ideia expressa desde o início do texto. 
b.    um pronome.
c.    a ironia.
d.    o enunciador exprime uma ideia de oposição entre ideias expressas.
e.    a metáfora.
f.     o enunciador estabelece uma lógica de finalidade.
g.    uma conjunção.

 

3.    Indica a função sintática desempenhada por:

3.1.        “nómada” (l. 24).

3.2.        “lhes” (l. 28).

 

III

Num texto bem estruturado, entre 150 e 200 palavras, comenta o cartoon apresentado, refletindo sobre a mensagem que o cartoonista pretende transmitir.

 

BOM TRABALHO!!!

A professora: Lucinda Cunha

COTAÇÕES:

Grupo I………… 100 pontos
1………………… 15pontos (C=9+O=6)
2………………….15 pontos (C=6+O=4)
3.………………..20 pontos (C=12+O=8)
4…………….…..20 pontos (C=6+O=4)
B…………………….. 30 (C=18+O=12)
Grupo II …………….. 50 pontos
1……………………… 30 pontos
2……………………… 12 pontos
3………………………  8 pontos
Grupo III…………….. 50 pontos (C=30+O=20)

Conteúdo = C Organização e Correção Linguística = O

Proposta de Correção:

IA (questões e respostas retiradas do manual Português 11º ano (Santillana, pp. 23-24)

1. Depreende-se que a decisão de Sarkozy decorre da necessidade de encontrar bodes expiatórios para a situação de crise que se vive em França e no resto do mundo.

2. A argumentação vem demonstrar, pelo absurdo, que os ciganos em nada estão relacionados com a presente situação de instabilidade mundial. Assim, a iniciativa do presidente francês não passa de uma tentativa de desviar a atenção dos verdadeiros culpados, aproveitando os preconceitos raciais.

3. Apesar de um dos princípios-base da União Europeia ser, segundo o Acordo de Schengen, a livre circulação de pessoas, a medida tomada por França vem impedir a circulação dos ciganos, com a agravante de que muitos deles são oriundos de países da União Europeia.

4. a) Dá-se a entender que a tolerância deste país para com os restantes imigrantes não é puramente altruísta, ficando a dever-se, em parte, ao facto de contribuírem para as vitórias da seleção francesa.

b) Para mostrar que há figuras de etnia francesa que foram figuras de grande prestígio.

IB- resposta aberta

II- 1.1. C; 1.2. A; 1.3. D; 1.4. C; 1.5. A; 1.6. C

2.

1-C; 2-A; 3-B; 4-D

3.1. Predicativo do sujeito

3.2. Complemento indireto

III- Resposta aberta  

Sem comentários:

Enviar um comentário